Feira Popular acontece sábado no Jd. Cavalari

Acontece neste sábado (14) das 15h às 19h mais uma edição da Feira Popular de Luta contra Agrotóxicos, promovida por representantes de ONGs (Organizações Não Governamentais) ambientalistas de Marília e voluntários que simpatizam com a causa. A feira será realizada no Jardim Cavalari, na praça ao lado da rua Pedro Marun. É a terceira edição da feira e são comercializados hortifrútis, ovos caipira

Acontece neste sábado (14) das 15h às 19h mais uma edição da Feira Popular de Luta contra Agrotóxicos,  promovida por representantes de ONGs (Organizações Não Governamentais) ambientalistas de Marília e voluntários que simpatizam com a causa. A feira será realizada no Jardim Cavalari, na praça ao lado da rua Pedro Marun.
É a terceira edição da feira e são comercializados hortifrútis, ovos caipira, pães, bolos produzidos de forma natural e sem qualquer agrotóxico. Segundo Luci Milreu, integrante da ONG Origem, o ponto forte da feira são os hortifrútis e também o feijão produzidos no assentamento de Gália, além de produtos manufaturados como o pão de Ora pro Nobis e pão de açafrão e o queijo artesanal. “Nosso grupo é de produtores da reforma agrária da região de Gália e Promissão”, disse.
A feira é realizada uma vez por mês e já estão marcadas novas edições para os dias 18 de agosto e 15 de setembro, sempre aos sábados. “Temos uma luta permanente contra o uso dos agrotóxicos, ainda mais neste momento com o Projeto de Lei dos agrotóxicos sendo discutido no Governo”, disse Luci Milreu.
Além dos alimentos, a feira oferece também  atividades culturais com apresentação de capoeira, atividades pedagógicas oferecidas por alunos da Unesp e um espaço para debate sobre agrotóxicos, em uma roda de conversa que acontece às 16h.
Os organizadores pedem que os participantes levem suas próprias sacolas para adquirir os produtos da feira. “Nossa ideia é fortalecer o elo entre quem produz e quem consome para que a população adquira o hábito de consumir produtos  saudáveis, oferecendo um preço justo”, afirmou Luci.