PM apreende adolescente por furto em residência na zona Sul

Um adolescente de 16 anos foi apreendido por policiais militares acusado de furtar uma residência na noite de quinta-feira (3) na rua Capitão Salomão, no Jardim Conquista, na zona Sul da cidade. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), por volta das 22h30, os policiais militares realizavam patrulhamento preventivo pelo bairro quando flagrou dois indivíduos deixando uma residência. Ao not

Um adolescente de 16 anos foi apreendido por policiais militares acusado de furtar uma residência na noite de quinta-feira (3) na rua Capitão Salomão, no Jardim Conquista, na zona Sul da cidade.
De acordo com informações da Polícia Militar (PM), por volta das 22h30, os policiais militares realizavam patrulhamento preventivo pelo bairro quando flagrou dois indivíduos deixando uma residência. Ao notar a aproximação da viatura, a dupla se evadiu, mas foi perseguida e um dos acusados detido.
Em vistoria no imóvel, os policiais militares encontraram os cômodos todos revirados e separado na garagem para furto uma televisão, violão e aparelho de DVD. Com o menor de idade, ainda foi encontrada a quantia de R$ 105 em dinheiro pertencente ao morador.
O adolescente foi indiciado em flagrante por ato infracional pelo crime de furto qualificado e encaminhado para audiência de custódia na Vara da Infância e Juventude de Marília.
Flagrante II – O pinto Juarez Sampaio, de 49 anos, e o desempregado Antônio Neto da Silva Alves, de 29 anos, também foram presos por policiais militares acusado de furtar uma residência na quinta-feira (3) na rua José de Alencar, no Jardim Conquista, na zona Sul da cidade.
De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a dupla notou que o morador, o aposentado R.O.R., de 75 anos, estava nos fundos do imóvel para invadir o local e furtar uma televisão.
A vítima notou o crime e acompanhou a fuga dos criminosos até um poliesportivo no bairro Nova Marília, também na zona Sul. O aposentado acionou a PM, que prendeu os acusados e recuperou a televisão.
Sampaio e Alves foram indiciados em flagrante pelo crime de furto qualificado e recolhidos para a penitenciária de Marília. Em caso de condenação, a dupla pode pegar até oito anos de prisão em regime fechado.