Preconceito de desembargadora causa indignação

O comentário preconceituoso atribuído à desembargadora Marília de Castro Vieira causou indignação. Ainda mais pela proximidade de 21 de março, hoje, Dia Internacional da Síndrome de Down. Ela teria usado as redes sociais para questionar o que teria a ensinar a primeira educadora com a síndrome do Brasil, Debora Seabra. A diretora da Apae de Marília, Renata de Marchi Sandalo, salientou que não é po