Em Monte Azul, MAC tenta acabar com tabu e seguir vivo

Marília também tentará acabar com o trauma de jogar no período da manhã

Para continuar na luta contra o rebaixamento no Campeonato Paulista da Série A-3, o Marília Atlético Clube (MAC) precisa acabar com um tabu em Monte Azul Paulista, de nunca ter vencido o time da casa, no estádio Otacília Patrício Arroyo, hoje, às 10h, pela 16ª rodada. Em quatro jogos disputados foram: três derrotas e um empate. Na história dos confrontos entre ambos, o Alviceleste só venceu uma vez em dez partidas (quatro do adversário e cinco empates).

“Vai ser um jogo difícil, pois eles estão brigando por classificação, mas nessa ‘guerra’, quem tiver mais armas sairá vencedor. Tenho muita confiança que conseguiremos quebrar esse tabu no domingo”, declarou o atacante Thiago Santos, artilheiro do time com cinco gols. Outra situação desfavorável ao Alviceleste é o horário da partida (10h da manhã). Nas duas vezes em que jogou neste período, o time perdeu e não conseguiu marcar nenhum gol.

A primeira derrota foi para o Olímpia e com 12 minutos da primeira etapa o adversário já ganhava por 2 a 0. Diante do Taboão da Serra, na goleada por 4 a 0, com 30 minutos de partida, o time da casa também já vencia por 2 a 0. “Tem sido uma dificuldade nossa e o Monte Azul já está acostumado. Temos que entrar bastante concentrados, para poder surpreender, pois a equipe deles é veloz e jovem”, explicou o técnico Daniel Sabino.

Para a partida de hoje, o técnico Daniel Sabino tem duas dúvidas. Uma delas é entre o zagueiro Zé Roberto e o volante Hebert. “Se o Zé jogar o Eduardo Grasson (zagueiro) será deslocado para a lateral-direita, já que não temos um lateral de ofício, com a suspensão do Israel. Se o escolhido for o Hebert, ele atuará na direita e o Grasson segue na zaga”, explicou o treinador.

Outra dúvida é quem joga na vaga do suspenso Matheus Alexandre (terceiro amarelo): Miguel ou Jaílton. “O Jaílton vem treinando muito bem na semana e quanto ao Miguel, que teve o drama familiar (morte da noiva) recente, é um jogador que tem a cabeça boa, conversamos bastante. Claro que não está totalmente superado o ocorrido, mas se dispôs a ajudar e se optarmos por ele, tenho certeza que vai corresponder”, comentou Daniel Sabino. O técnico terá a volta de três atletas suspensos, que voltam ao time titular: o zagueiro Rafael Fefo, o volante Jonathan Almeida e o meia-atacante Alisson.

Monte Azul

O Monte Azul briga por uma vaga entre os oito primeiros colocados, que avançam para as quartas de finais da Série A-3. O time vem de derrota na rodada passada: 2 a 0 para o Rio Preto, fora de casa. Como mandante, o clube tem um dos melhores aproveitamentos da competição. Em sete jogos foram: cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota (76,1% de aproveitamento).

Uma das vitórias no estádio Otacília Patrício Arroyo foi diante da Portuguesa Santista, que ainda não tinha perdido na Série A-3 (14 jogos de invencibilidade), pelo placar de 1 a 0. Para enfrentar o Marília, o técnico José Francisco Oliveira não terá nenhum desfalque e deverá manter os titulares da rodada passada.

Arbitragem

Paulo Sergio dos Santos será o árbitro da partida. Ele será auxiliado por: Leonardo Tadeu Pedro e Edislândio Nunes Bernardo.

Monte Azul – Caio; Gustavo Henrique, Lucas Cezane, Kazu e Ian; Cristiano, Pedrinho, Anderson Brito e Leandro; Hayllan e Conrado. Técnico: José Francisco Oliveira

Marília – Gilson; Luizão, Zé Roberto (Hebert) e Rafael Fefo; Eduardo Grasson, Jonathan Almeida, Miguel (Jaílton), Alisson e Bahia; Du Gaia e Thiago Santos. Técnico: Daniel Sabino.