Embalado, MAC encara adversário invicto e com a melhor defesa

Volante Wallace Rato (à dir.) será uma das novidades entre os titulares

O Rio Preto promete ser um dos adversários mais difíceis que o Marília Atlético Clube (MAC) vai enfrentar neste Campeonato Paulista da Série A-3, hoje, às 16h, no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto, pela 8ª rodada. Ao lado da Portuguesa Santista, o Jacaré é a agremiação que segue invicta e tem a melhor defesa do estadual, com apenas dois gols sofridos.

Apesar da força do adversário, o Marília vem embalado na competição e invicto sob o comando do técnico Luiz Carlos Ferreira (duas vitórias e um empate). Depois de cinco rodadas, o Alviceleste deixou a zona do rebaixamento (14º lugar com oito pontos), mas pode voltar caso não vença. O time está a quatro pontos do G-8. Para o jogo desta tarde, o treinador realizou duas mudanças na equipe.

Com lesão muscular, o atacante Galego será substituído pelo volante Jonathan Almeida, que entrou no segundo tempo diante da Matonense e marcou o gol da vitória por 2 a 1. Com isso, o meia-atacante Rafael Branco irá atuar mais adiantado, próximo ao centroavante Du Gaia, artilheiro do time com três gols.

Por opção tática, o lateral-direito Israel será sacado para a entrada do volante Wallace Rato. Contudo, quem fará a lateral é o volante Eduardo Grasson e Rato jogará em sua posição de origem. “Para mim o importante é jogar e fazer o melhor em campo, independente de qual posição jogarei. Já atuei de lateral no Guarani e no Audax, então não vai ter problemas”, explicou Grasson.

Eduardo Grasson fez toda a pré-temporada no Rio Preto, mas não foi utilizado e a convite da diretoria voltou para o Marília, clube em que defendeu na A-3 de 2017. “Fiquei muito feliz por retornar e estou totalmente focado aqui. Sou pé quente, pois desde que cheguei (junto com Ferreira), o Marília ainda não perdeu e se Deus quiser vamos seguir assim”, comentou. Além de Galego, outro desfalque certo é o atacante Thiago Santos, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Reforço

A novidade entre os relacionados é o lateral-esquerdo Marquinhos, de 26 anos, recém-contratado. O jogador já está regularizado e fica como opção de banco. O último jogo oficial do atleta foi no dia 1º de maio de 2016, quando atuava pela Matonense, que empatou em 0 a 0 contra o Sertãozinho, fora de casa, na Série A-3. Os outros à disposição de Ferreira são: Eduardo (goleiro), Israel (lateral-direito), Pablo (volante),

Matheus Alexandre (volante), Paulinho (meia) e Matheus Henrique (atacante).

Com a inscrição de Marquinhos, o MAC tem apenas uma vaga de goleiro em aberto para esta 1ª fase. Rodrigo (21 anos) e Ian (19) estão com o grupo desde o começo da pré-temporada, mas de acordo com o técnico Luiz Carlos Ferreira, um goleiro experiente será contratado.

Rio Preto

ORio Preto ainda não sabe o que é perder nesta Série A-3. Em sete jogos, três vitórias e quatro empates. Pela segunda rodada consecutiva, o clube está na zona de classificação (G-8), em 6º lugar com 13 pontos. O Jacaré tem também a melhor defesa, mas tem também um dos piores ataques, com somente seis marcados.

No estádio Anísio Haddad, o Rio Preto fez três partidas com: duas vitórias e um empate. Para enfrentar o Marília, o técnico Rodrigo Fonseca deve realizar apenas uma mudança na equipe, que venceu o Velo Clube (1 a 0), em Rio Claro, na rodada passada. O volante Jô volta de suspensão e entraria na vaga de Victor Lenine, que o substituiu no último jogo. Porém, com a expulsão de Caio César, os dois devem atuar juntos no meio-campo.

Arbitragem

O árbitro para o jogo em Rio Preto será Aurélio Sant Anna Martins, auxiliado por: Diego Morelli de Oliveira e Marcelo Zamian de Barros.

Rio Preto – Poti; Jean Batista (Gabriel), Emerson, Henrique Perrucci e Marcelo Vilella; Jô, Victor Lenine e Jeferson Paulista; Édipo, João Féres e Jonatas Obina. Técnico: Rodrigo Fonseca. 

 

Marília – Gilson; Eduardo Grasson, Zé Roberto, Rafael Fefo e Bahia; Wallace Rato, Jonathan Almeida, Jaílton e Alisson; Rafael Branco e Du Gaia. Técnico: Luiz Carlos Ferreira.