Independente Tricolor abre desfiles no Anhembi fala dos filmes de terror e homenageando Zé do Caixão

Estreante no Grupo Especial do carnaval paulistano, a escola de samba Independente Tricolor entra no Sambódromo do Anhembi às 23h15 desta sexta-feira (9), falando sobre zumbis, assombrações, fantasmas e vampiros, temas incomuns no Anhembi, dando inicio à primeira noite de desfiles com o enredo “Luz, câmera e terror - Uma produção Independente”, que conta a história dos filmes de terror na avenida,

Estreante no Grupo Especial do carnaval paulistano, a escola de samba Independente Tricolor entra no Sambódromo do Anhembi às 23h15 desta sexta-feira (9), falando sobre zumbis, assombrações, fantasmas e vampiros, temas incomuns no Anhembi, dando inicio à primeira noite de desfiles com o enredo “Luz, câmera e terror - Uma produção Independente”, que conta a história dos filmes de terror na avenida, tendo como fio condutor o cineasta brasileiro José Mojica Marins, o Zé do Caixão.

A primeira noite de desfiles no sambódromo do Anhembi continua à 0h20 com a Unidos do Peruche, que leva para a avenida o enredo ”Peruche celebra Martinho. 80 anos do Dikamba da Vila”; Acadêmicos do Tucuruvi (1h25) com o enredo “Uma Noite no Museu”; Mancha Verde (2h30) com o enredo “A Amizade, a Mancha agradece do Fundo do Nosso Quintal”; Acadêmicos do Tatuapé (3h35) com o enredo “Maranhão, os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria”; Rosas de Ouro (4h40) com o enredo “Pelas estradas da Vida, sonhos e aventuras de um herói brasileiro” e Tom Maior (5h45) com o enredo “O Brasil de Duas Imperatrizes: De Viena Para o Mundo Carolina Josefa Leopoldina; de Ramos, Imperatriz Leopoldinense”.