Na volta de Ferreira ao Abreuzão, MAC tenta sair da zona da ‘degola’

Lateral-esquerdo Marquinhos foi anunciado ontem e não fica à disposição para o jogo de hoje

Com Luiz Carlos Ferreira no comando, o Marília Atlético Clube (MAC) somou quatro pontos nas duas últimas rodadas, que foram fora de casa pelo Campeonato Paulista da Série A-3. Hoje às 20h, o treinador vai reencontrar o torcedor maqueano após 15 anos, no estádio Bento de Abreu, diante da Matonense, pela 7ª rodada e pode tirar o time da zona do rebaixamento em caso de vitória.

Somadas as duas passagens anteriores pelo Alviceleste, Ferreira dirigiu a equipe em 15 partidas no Abreuzão, com nove vitórias, cinco empates e apenas uma derrota. O aproveitamento é de 71,1%. “A química entre o torcedor maqueano e eu sempre foi muito boa. Estamos atualmente em um trabalho de reconstrução, porque nossa situação ainda é desconfortável. Quero muito nessa minha volta ao Bento de Abreu dar um pouco de alegria à torcida, com um time com garra e equilíbrio em campo”, comentou.

Ferreira tem dois acessos pelo Marília, conquistados em 2002: campeão da Série A-2 e vice do Brasileiro Série C. Porém, quando trabalhou na Matonense, subiu o clube três vezes.

Para o jogo de hoje à noite, a única mudança na equipe será a entrada do meia-atacante Rafael Branco, que teve sua documentação regularizada, na vaga do volante Hebert. O volante Jonathan Almeida, que cumpriu suspensão por cartão na rodada passada, volta, mas como opção de banco, assim como o volante Pablo, recém-contratado e que também está á disposição do técnico.

Ontem pela manhã foi apresentado o último reforço para esta 1ª fase do estadual. Trata-se do lateral-esquerdo Marquinhos, de 26 anos, que defendeu a Matonense em 2017, mas não ficará à disposição para hoje. O jogador estava sem clube atualmente e vinha treinando por conta própria. O reforço veio por indicação do técnico Ferreira, com quem trabalhou em 2014 no Grêmio Prudente, na 4ª Divisão. “O Ferreira me procurou, gostei da proposta e de poder voltar a trabalhar com ele. Tenho um respeito muito grande e devo muita coisa no futebol a ele. Espero agora poder retribuir essa confiança e ajudar o time a brigar na parte de cima da tabela”, comentou. O Marília está na 17ª colocação com cinco pontos

Matonense

A Matonense tem a mesma pontuação do MAC na Série A-3 (5 pontos), na zona do rebaixamento, mas duas posições acima (15º lugar). Contudo, o clube só venceu a primeira rodada (2 a 0 sobre o União Barbarense). De lá para cá são dois empates e três derrotas consecutivas, sendo a última com mando de campo, em Bebedouro, para o Grêmio Osasco (3 a 2). Apesar da derrota, o técnico Gláucio Rodrigues de manter a mesma equipe, já que não possui desfalques por cartão ou contusão.

Arbitragem

O árbitro do jogo será Cleber Luis Paulino, auxiliado por: Marlon Spinola e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva. 

Marília – Gilson; Israel, Zé Roberto, Rafael Fefo e Bahia; Eduardo Grasson, Jaílton, Rafael Branco e Alisson; Galego e Du Gaia. Técnico: Luiz Carlos Ferreira. 

 

Matonense – Paulo; Rodrigo, Thiago, Alan e Pedro Henrique; Murilo, Jougle, Arthur e Miquéias; Matheus Gomes e Jordã. Técnico: Gláucio Rodrigues.