Saúde foca na prevenção a ISTs/Aids

O Carnaval é um dos períodos do ano que exigem intensificação das ações preventivas às ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e Aids. Em Marília, equipe da Secretaria Municipal da Saúde participou da abertura da folia, no sábado (3), na concentração do Desfile da “Bagunça do Circo”. Os profissionais de saúde levaram para a “avenida” informação, descontração e, evidentemente, muitos preservati

O Carnaval é um dos períodos do ano que exigem intensificação das ações preventivas às ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e Aids. Em Marília, equipe da Secretaria Municipal da Saúde participou da abertura da folia, no sábado (3), na concentração do Desfile da “Bagunça do Circo”. Os profissionais de saúde levaram para a “avenida” informação, descontração e, evidentemente, muitos preservativos.
A iniciativa é do Programa Municipal de Prevenção às ISTs/Aids. A nova nomenclatura foi padronizada pelo Ministério da Saúde desde o ano passado e contempla, de forma mais precisa, as infecções que podem ser transmitidas também por contato sexual. O trabalho contou com as equipes do SAE/CTA (Serviço de Atendimento Especializado/ Centro de Testagem e Aconselhamento), que ficaram concentradas na rua 9 de Julho, próximo à popular “Ilha da Galeria Atenas). O Ônibus da Saúde foi deslocado para o local para dar suporte às ações.
Neusa Kawashima, enfermeira assistencial do SAE, lembra que a informação precisa ser constantemente reforçada à população. “A grande maioria certamente já ouviu falar ou foi educada sobre o sexo seguro, em relação às doenças sexualmente transmissíveis. Mas, se o assunto cair no esquecimento, podemos regredir”, alerta. O uso do preservativo masculino e feminino, além de outros insumos distribuídos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), como o gel lubrificante, reduz os riscos de contaminação por síndromes e doenças como Aids, sífilis e hepatites, por exemplo.
“Atualmente existe tratamento, isso é fato. Mas as doenças, na maioria das vezes, são silenciosas e a pessoa com o vírus pode transmitir a várias outras, antes de ter seu diagnóstico. Estas infecções podem gerar agravos de saúde muito significativos para o indivíduo e até matar. Então é muito importante lembrar que a prevenção é o melhor remédio”, destacou a enfermeira.
Durante a ação, os profissionais de saúde distribuíram centenas de panfletos, prestaram informações sobre as infecções e tiraram dúvidas sobre os meios de prevenção.

SERVIÇO
Testes rápidos para a detecção das principais ISTs e Aids podem ser feitos no SAE/CTA e também na rede básica de Marília, nas unidades de saúde nos bairros. O atendimento é das 7h às 17h. No serviço especializado são atendidos também pacientes já diagnosticados. O acompanhamento é mensal, com atendimento pelo serviço de enfermagem, psicologia, serviço social e médicos infectologistas (pediatra, ginecologista e dermatologista). Os pacientes da unidade são atendidos de forma integral, com acesso a exames e retrovirais. O SAE/CTA funciona na rua 7 de Setembro, 793. O telefone para mais informações é o (14) 3451-2939.