Unidade de Pronto Atendimento da zona Norte faz parto de emergência

Mulher de 24 anos deu entrada com contrações e dilatação, apontando para trabalho de parto; menino, que nasceu forte e saudável, foi transferido ao Hospital Materno Infantil com a mãe Médicos e atendentes da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da zona Norte de Marília tiveram uma manhã diferenciada na última terça-feira. Eles atenderam uma parturiente de 24 anos, que deu entrada por volta das 7h3

Mulher de 24 anos deu entrada com contrações e dilatação, apontando para trabalho de parto; menino, que nasceu forte e saudável, foi transferido ao Hospital Materno Infantil com a mãe

Médicos e atendentes da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da zona Norte de Marília tiveram uma manhã diferenciada na última terça-feira. Eles atenderam uma parturiente de 24 anos, que deu entrada por volta das 7h30, sentindo dores abdominais e indicando trabalho de parto. “Inicialmente a mulher afirmou desconhecer que estava grávida, mas depois acabou admitindo a gravidez. Ao realizar o toque vaginal, notamos que ela já estava com dilatação e a criança poderia nascer a qualquer instante”, explicou o diretor técnico da UPA, o cirurgião João Paulo Galletti Pilon.
Pilon explicou ainda que o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser chamado, mas a criança já estava nascendo. “Como nós somos uma UPA de Nível III, temos toda estrutura para fazer um parto com segurança para a mãe e o bebê. Fizemos o parto e os dois foram encaminhados para a HMI (Hospital Materno Infantil)”, disse.
Segundo o HMI informou que mãe e filho, que não tiveram os nomes divulgados, passam bem. “O menino nasceu às 8h15, bem sadio, forte e com aproximadamente 39 semanas de gestação. A família da mãe (pais e vizinha) estiveram na Unidade de Pronto Atendimento e foram informados sobre todos os procedimentos adotados”, informou Pilon.
Segundo o médico, essa foi a segunda vez que a UPA da zona Norte realiza um parto. “O primeiro foi no ano passado e também foi bem-sucedido. Nossa equipe é muito bem preparada e a Unidade dispõe de toda estrutura necessária para esse tipo de procedimento. Estamos muito felizes pelo que foi feito, aproveito para agradecer os médicos Andrea Alencar, Vagner Odorizzi e Edson Yamashita, que estavam presentes e deram todo apoio e ajuda durante todo procedimento”.