Cerca de 4 mil pessoas buscam unidades de saúde para atualizar caderneta de vacinação

Balanço divulgado nesta segunda-feira (29) pela Secretaria Municipal da Saúde de Marília indica que cerca de 4 mil pessoas procuraram uma unidade de saúde, no último sábado (27), para conferir e atualizar a caderneta de vacinação. No total, foram aplicadas 3.739 doses de vacinas diversas. Em relação à febre amarela, foram dispensadas 1.049 doses em pessoas que ainda não haviam sido imunizadas ant

Balanço divulgado nesta segunda-feira (29) pela Secretaria Municipal da Saúde de Marília indica que cerca de 4 mil pessoas procuraram uma unidade de saúde, no último sábado (27), para conferir e atualizar a caderneta de vacinação. 

No total, foram aplicadas 3.739 doses de vacinas diversas. Em relação à febre amarela, foram dispensadas 1.049 doses em pessoas que ainda não haviam sido imunizadas anteriormente.

A iniciativa reforça a rotina das unidades de saúde e deu oportunidade, principalmente, a trabalhadores e pessoas que não podem comparecer durante a semana. 

O município de Marília conta com 12 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e 37 equipes do Programa ESF (Estratégia Saúde da Família), que atendem de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

A maior procura foi registrada na UBS Cascata (centro/leste), seguida da USF Vila Real, USF Costa e Silva (ambas na região sul), JK e Santa Antonieta (zona norte) e Alto Cafezal (oeste). A mobilização envolveu equipes de enfermagem, transportes e apoio.

Depois da febre amarela, a vacina mais aplicada foi o que imuniza contra hepatite B; 1.024 pessoas receberam o imunobiológico. No total, a rede disponibilizou 19 vacinas (com eficácia contra dezenas de doenças). Todas estão previstas no esquema vacinal e são garantidas pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

A enfermeira Renata Rodrigues Plácido dos Santos, responsável pelo Programa Municipal de Imunização, explica que embora fosse a principal preocupação dos usuários, nem todas as pessoas que foram à unidade precisaram ser vacinadas contra a febre amarela. “Marília sempre foi área de recomendação. Por isso, grande parte da nossa população está imunizada”, disse.

Ela explica ainda que a ação valorizou a importância da caderneta de vacinação, do esquema vacinal completo e atualizado para os adultos, bem como esclarecimento sobre a indicação de cada vacina. “É muito importante que as pessoas guardem bem a caderneta, como um documento. As doses são administradas conforme recomendação, faixa etária e outros requisitos que o profissional de saúde está apto a verificar”, ressaltou.

A enfermeira reforça que Marília não tem casos de febre amarela confirmado em animais, muito menos em humanos. “São investigadas mortes de macacos, mas como protocolo padrão. Os resultados das análises vão revelar as causas das mortes, que podem, evidentemente, não estarem relacionadas a nenhuma doença. É apenas uma precaução”, destacou.

A Prefeitura de Marília publica em seu site a relação completa das unidades de saúde, com os endereços e telefones. Acesse o endereço (encurtado) https://goo.gl/D96Kub Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3402-6500.