Coletor é alvo de disparos no distrito de Rosália

O coletor Marcos Nogarine Pereira da Silva, de 28 anos, ficou gravemente ferido após ser alvejado por cinco tiros numa briga familiar no final da noite de domingo (28) no distrito de Rosália. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), por volta das 23 horas, a vítima foi encontrada caída nas margens da rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333). Silva tinha quatro perfurações de tiros n

O coletor Marcos Nogarine Pereira da Silva, de 28 anos, ficou gravemente ferido após ser alvejado por cinco tiros numa briga familiar no final da noite de domingo (28) no distrito de Rosália.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), por volta das 23 horas, a vítima foi encontrada caída nas margens da rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333).

Silva tinha quatro perfurações de tiros nas costas, uma no abdômen e também apresentava ferimento na cabeça. O coletor relatou a equipe médica que o crime havia sido cometido por familiares de sua ex-esposa. Ele foi socorrido para o Hospital das Clínicas (HC) e permanece internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Durante atendimento da ocorrência, familiares da ex-esposa estiveram no HC e foram levados para a Central de Polícia Judiciária para coleta de exame residuográfico. O veículo usado por eles também foi apreendido para a investigação.

Inquérito policial para apurar autoria e motivação da tentativa de homicídio foi instaurado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Marília.

Espancamento – Um homem, ainda não identificado, foi internado em estado grave na manhã de ontem (29) no Hospital das Clínicas (HC) com sinais de espancamento.

Segundo informações da assessoria de imprensa do HC, por volta das 5 horas, a vítima foi encontrada inconsciente e caída na avenida Pedro de Toledo, no bairro Palmital, na zona Norte.

O homem foi socorrido por ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o HC. A vítima apresentava diversas fraturas no crânio e face, e teve que ser intubado na sala de emergência.

O homem não possuía documentos. Ele aparenta ter cerca de 40 anos, é pardo, magro, cerca de 1,70 metro de altura, cabelos pretos e possuí tatuagens no braço direito (Yvyny), braço esquerdo (Neide) e na perna direita (cogumelo).

O caso também foi registrado pela manhã no Plantão Policial e será investigado pela Polícia Civil de Marília.