Campanha mantém arrecadação de lacres

Em apoio aos atendidos pela Apae, o voluntário Laudo Vilela e o Rotary Club Marilia Coroados mantêm a campanha de arrecadação de lacres das latinhas de alumínio. Na venda dos lacres para reciclagem, cada 360 mil deles equivalem a uma cadeira de rodas. O objetivo é conseguir oito cadeiras. Para cada cadeira de rodas é preciso arrecadar 120 garrafas PET de dois litros cheias de lacres. Cada garrafa

Em apoio aos atendidos pela Apae, o voluntário Laudo Vilela e o Rotary Club Marilia Coroados mantêm a campanha de arrecadação de lacres das latinhas de alumínio. Na venda dos lacres para reciclagem, cada 360 mil deles equivalem a uma cadeira de rodas. O objetivo é conseguir oito cadeiras.
Para cada cadeira de rodas é preciso arrecadar 120 garrafas PET de dois litros cheias de lacres. Cada garrafa cabe três mil lacres, o que da o montante de 360 mil lacres. Por isso a iniciativa precisa do apoio de toda a população. “A Apae precisa no momento de oito cadeiras de rodas”, já informou Laudo Vilela. Segundo o voluntário, será uma campanha contínua porque, assim que esse primeiro objetivo for atingido, pela Apae, uma nova arrecadação recomeça em prol de outras entidades.
“Já temos a Mansão Ismael e o Lar São Vicente de Paulo em mente, por serem asilos de idosos, com cadeirantes entre eles, mas outras entidades também poderão ser beneficiadas”, considerou Vilela.
Um ponto de arrecadação da campanha é o escritório Vilela e Cesário Contadores Associados, na rua Goiás, nº 140. Além da Apae, na rua Raul Torres, nº 70, bairro Fragata. E do Procon, na Avenida das Indústrias, nº 294. Laudo Vilela também divulga o celular/whatzapp e busca os lacres onde os doadores preferirem. O número é 98820-1080.