Ligado a Edir Macedo, Marcelo Crivella, usa verba publicitária para punir a Globo

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, do PRB (partido ligado à igreja Universal de Edir Macedo, dono da Record), usa o caixa municipal para “punir” o Grupo Globo, seu maior rival.

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, do PRB (partido ligado à igreja Universal de Edir Macedo, dono da Record), usa o caixa municipal para “punir” o Grupo Globo, seu maior rival.

De acordo com informações publicadas na revista Veja, Crivella retaliou a Globo na TV e nos jornais impressos. Em 2017, a prefeitura do Rio pagou R$ 506 mil ao jornal O Globo e R$ 149 mil ao Extra, que também pertence ao grupo da família Marinho. O valor é menor que os R$ 792 mil pagos ao O Dia (o que mais recebe verbas), e os R$ 207 mil do jornal Meia Hora (do mesmo grupo de O Dia).

Segundo a publicação, Crivella usou o caixa municipal para “punir” a emissora também na publicidade da TV. De janeiro a agosto de 2017, a prefeitura gastou R$ 5,1 milhões de reais em anúncios na mídia televisiva.

Líder isolada de audiência, a Globo levou praticamente a mesma verba de SBT e Record no valor de investimentos em publicidade na TV, mas com pequena desvantagem para o canal de Silvio Santos, que liderou o ranking com R$ 1.528.827.

 

A Globo recebeu R$ 1.517.960 da prefeitura carioca e, a Record, emissora onde Crivella tem aliados, levou R$ 1.490.412.