Juiza Raquel é atropelada, fica paraplégica e Mercedes faz milagre

A novela O Outro Lado do Paraíso vai movimentar bastante seus personagens nos próximos capítulos. Principalmente no que se diz respeito ao núcleo envolvendo Sophia (Marieta Severo), Raquel (Erika Januza) e Bruno (Caio Paduan). Tudo porque, a mando da vilã Sophia, a juíza será atropelada e acabará ficando paraplégica.

A novela O Outro Lado do Paraíso vai movimentar bastante seus personagens nos próximos capítulos. Principalmente no que se diz respeito ao núcleo envolvendo Sophia (Marieta Severo), Raquel (Erika Januza) e Bruno (Caio Paduan). Tudo porque, a mando da vilã Sophia, a juíza será atropelada e acabará ficando paraplégica.

Para que Raquel não dê a aguarda de Tomaz (Vitor Figueiredo) para Clara (Bianca Bin), Sophia mandará matar a juíza e exigirá que tudo pareça um grande acidente. A juíza será atropelada na frente de Bruno e arremessada em cima do carro. O motorista vai fugir e Bruno ficará desesperado ao ver a namorada toda ensanguentada. Longe do hospital, Mercedes (Fernanda Montenegro) vai saber de tudo e pedirá as vozes que não deixe que o mal vença. A sensitiva fará um verdadeiro milagre e uma luz muito forte invadirá o quarto de Raquel no hospital. Neste ponto, a juíza já terá sido declarada como paraplégica.

“Josafá, eu sabia que tinha um anjo que tava protegendo a Clara na questão de guarda do menino. Era um anjo em forma de gente. Uma mulher que ia ajudar a Clara a recuperar o filho. Eu vi também que uma coisa triste ia acontecer com esse anjo. Eu vi sangue, ouvi gritos”, dirá a vidente. “É uma mulher com coração de anjo. Mas ela vai viver, viver. Só que com… Eu vejo… As pernas dela, Josafá… As pernas”, dirá Mercedes.

“Não é justo. Essa moça só queria ajudar Clara e pode ficar sem mover as pernas. Eu peço luz. Luz! Essa vela é pelas pernas da moça. Ajudem. Eu vejo um quarto de hospital. Um rapaz triste. Ela adormeceu. Eu vejo as pernas paradas”, dirá a personagem de Fernanda Montenegro.

“O rosto de Mercedes aparece como se olhasse para dentro do quarto. Raquel abre os olhos e vê o rosto. A porta se abre sozinha. Bruno se assusta. Levanta-se. Olha Raquel. Efeito: Nesse instante uma leve luz azulada cobre o corpo de Raquel”, indica o texto de Walcyr Carrasco para gravação da cena da trama.

 

No final, Raquel, muito emocionada, dirá que está sentindo algo: “Eu sinto toques suaves no meu corpo, na minha coluna, Bruno. Como se fossem seres de luz. Anjos. Ah, eu sinto tanta paz. Sinto uma energia subindo na minha coluna. Bruno, minhas pernas formigam”, dirá ela muito tocada. Enquanto isso, Mercedes saberá que suas preces foram atendidas: “Agradeço a vocês que, em harmonia, não permitiram que essa tragédia acontecesse. Eu agradeço. Gratidão. Gratidão”.