Entrevias estaciona na base da PM Rodoviária

Em comemoração aos 70 anos do Policiamento Rodoviário, motoristas poderão fazer teste rápido de glicemia, aferição de pressão e conhecer equipamentos utilizados para salvar vidas na rodovia; ação acontece na madrugada A Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo comemora nesta quarta-feira, dia 10, 70 anos de atividades no policiamento ostensivo e na garantia da ordem pública no maior sist

Em comemoração aos 70 anos do Policiamento Rodoviário, motoristas poderão fazer teste rápido de glicemia, aferição de pressão e conhecer equipamentos utilizados para salvar vidas na rodovia; ação acontece na madrugada

A Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo comemora nesta quarta-feira, dia 10, 70 anos de atividades no policiamento ostensivo e na garantia da ordem pública no maior sistema rodoviário do Brasil. A instituição é a responsável por comandar mais de 20 mil quilômetros de rodovias estaduais monitoradas por 4 mil militares, entre homens e mulheres. Para comemorar a data, a primeira edição do “Acorda, Motorista” da Entrevias Concessionária de Rodovias vai estacionar nesta quarta-feira, da 0h às 4h, no pátio da base de policiamento, no km 452,6 da SP 294 Comandante João Ribeiro de Barros, em Marília.  O horário é considerado crítico pelo Policiamento Rodoviário pelo aumento de caminhões na rodovia, assim como um período propício à ocorrência de sonolência por parte dos condutores.
O motorista que parar na Base da Polícia Militar Rodoviária de Marília poderá fazer testes de glicemia, aferir a pressão arterial e receber dicas de saúde com a equipe médica da concessionária. Além disso, equipes da Entrevias vão orientar os visitantes sobre segurança viária e manutenção preventiva dos veículos. A concessionária também preparou para a data uma exposição com os equipamentos utilizados nas operações de desencarceramento, que permitem a retirada de vítimas presas em ferragens de automóveis. “São equipamento fundamentais para o salvamento. O objetivo desse encontro é promover a conscientização sobre a segurança nas estradas, preservando a vida acima de tudo”, diz Jorge Baracho, gerente de operações da Entrevias Concessionária de Rodovias.
O respeito às leis, à vida, saúde em dia do motorista e boas condições dos veículos que trafegam pelas estradas são os principais elementos que contribuem para a redução dos acidentes. “Os caminhoneiros estão acostumados a ter uma vida muito corrida e cuidar da saúde é sempre um desafio. Desejamos que essa ação na madrugada atinja o maior número de pessoas para reduzirmos os acidentes, principalmente aqueles relacionados à falha humana. No aniversário do Policiamento Rodoviário de São Paulo queremos celebrar a vida e a segurança nas rodovias”, complementa o Tenente Daniel Aparecido Demétrio, Comandante do Pelotão da Policia Militar Rodoviária de Marília.

Segurança nas estradas paulistas
O Policiamento Rodoviário foi criado em 1948 por um decreto do Governador do Estado de São Paulo o Ademar Pereira de Barros, com o nome de Grupo Especial de Polícia Rodoviária. O primeiro efetivo era composto por 60 homens, alguns ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira, que iniciaram a atuação na segurança e no patrulhamento da recém-inaugurada SP 150 Rodovia Anchieta.
A partir de 16 de novembro de 1962, o grupo passou a constituir uma fração da Milícia Paulista, sob a denominação de Corpo de Policiamento Rodoviário. Em 1975, após uma adequação, foi criado o 1º Batalhão de Polícia Rodoviária, do qual foram desmembrados nos anos seguintes outros batalhões. Em 1979, foi criado o Comando de Policiamento Rodoviário que chefia hoje todos os batalhões do Estado de São Paulo.