Médico de Marília assume presidência do CBO

O médico oftalmologista de Marília, José Augusto Alves Ottaiano, assume a presidência da Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Na última gestão ele estava no cargo de vice-presidente. O CBO é a principal entidade representativa da especialidade no Brasil com foco científico e cultural e a missão fundamental de promover a saúde visual e ocular da população. Para atingir essa meta, o conselho desenv

O médico oftalmologista de Marília, José Augusto Alves Ottaiano, assume a presidência da Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Na última gestão ele estava no cargo de vice-presidente. O CBO é a principal entidade representativa da especialidade no Brasil com foco científico e cultural e a missão fundamental de promover a saúde visual e ocular da população. 

Para atingir essa meta, o conselho desenvolve várias ações em defesa do aprimoramento técnico-científico e ético dos médicos oftalmologistas e também na defesa de suas prerrogativas profissionais. Uma das metas de trabalho do CBO, que Ottaiano considera de grande relevância é pela melhor distribuição de oftalmologistas no país.

O médico de Marília e presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia mencionou que existem profissionais suficientes, mas a má distribuição ocorre por vários motivos, como falta de estrutura de trabalho, de plano de carreira e de flexibilização dos cursos. 

O CBO trabalha por essas conquistas e pelo apoio do poder público, assim como realiza ações e projetos, como mutirões de atendimento. Também é o conselho o órgão responsável pela aplicação anual da prova que confere o título de especialista em oftalmologia aos médicos que desejam essa atuação.

“Todo nosso trabalho tem o objetivo final de promover a saúde ocular da população”, reiterou José Augusto Alves Ottaiano. A solenidade de posse ocorrerá no próximo dia 26, mas o médico de Marília e chefe da Disciplina de Oftalmologia da Famema (Faculdade de Medicina de Marília) já responde pelo CBO desde o primeiro dia do ano. A eleição foi feita em setembro do ano passado.

Ottaiano tem curso de Especialização em Oftalmologia pela Unifesp (Escola Paulista de Medicina), além de ser mestre e doutor em Oftalmologia pela mesma instituição.

Teve Fellowship (Córnea) do Kellogg Eye Center Universidade de Michigan – EUA e foi diretor geral da Famema de 2009 a 2013. Foi vice-presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia de 2015 a 2017 e assume o CBO como presidente deste ano, até 2020.

O presidente anterior, Homero Gusmão, de Belo Horizonte, continua colaborando com o conselho e junto com Ottaiano assume José Beniz Neto, do Goiânia, como vice-presidente. O secretário geral passa a ser o médico Cristiano Caixeta Umbelino, de São Paulo. O tesoureiro, também de SP, é Sérgio Henrique Teixeira e o primeiro secretário fica sendo o oftalmologista Abrahão da Rocha Lucena, de Fortaleza.

O CBO é filiado à Associação Médica Brasileira (AMB), à Associação Pan-Americana de Oftalmologia (APAO), ao International Council of Ophthalmology (ICO) e membro da International Agency for the Prevention of Blindness (IAPB).

Educação continuada

Outra grande contribuição do Conselho ao aprimoramento científico de cerca de 17 mil médicos oftalmologistas está relacionada a realização do Congresso Brasileiro de Oftalmologia. Uma vez por ano, a Oftalmologia nacional é reunida para discutir o que existe de mais atual na ciência da Especialidade, em um evento considerado o segundo maior em Oftalmologia de todo o mundo.

Desde 1996, o CBO desenvolve vários Programas de Educação Continuada em Oftalmologia com o objetivo de favorecer a constante atualização científica dos médicos oftalmologistas. A entidade também é responsável pela elaboração e edição de coleções de livros básicos sobre os vários temas ligados à oftalmologia, que são distribuídos aos Cursos de Especialização e comercializados em condições especiais para alunos e associados.