Com novatos e veteranos, marilienses viajam para São Silvestre

Corrida de 15 km na capital acontece neste domingo, a partir das 8h20, na Rua Augusta

Cerca de 60 corredores profissionais e amadores de Marília viajam hoje, às 6h, para São Paulo, onde será disputada a 93ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre (15 km), amanhã (dia 31), a partir das 8h20, com largada na altura da Rua Augusta. Neste sábado (30), acontece a entrega dos kits, das 9h às 16h, já que no domingo (dia da prova) não será fornecido.

O dentista Paulo Rea, de 58 anos, é líder de um dos grupos marilienses que vai participar da principal prova de corrida de rua do Brasil. Ele disputará sua 14ª edição da prova e disse estar preparado para percorrer os 15 km. “Nos últimos dias nós intensificamos os treinos, porque como nosso grupo sempre participa de competições na região, nós nunca deixamos de nos preparar. Nas últimas semanas temos corrido em média 40 km por semana. Costumo dizer que quem nunca correu a São Silvestre não pode se considerar corredor”, declarou.

A contadora Cristiane Pelegrini, de 33 anos, vai participar de sua primeira edição de São Silvestre e está ansiosa para o evento. “Não vejo a hora de chegar lá e ver aquele tanto de gente que também participa. Quero estar perto de toda aquela energia. Meu objetivo é completar a prova, não importa o tempo”, comentou.

 

O casal Luigi (comerciante) e Simone (advogada) Marega correm juntos há dois anos. A atividade já faz parte rotina de ambos. “Eu comecei a correr para emagrecer e ele para fazer algum exercício. Corremos três vezes por semana”, explicou Simone. “Costumo dizer que vou desfilar na São Silvestre, porque não gosto de Carnaval. Além de irmos para curtir o evento, vamos para conhecer pessoas diferentes, que possuem os mesmos hábitos que o nosso”, destacou o marido.